Imprensa
Não serve pra UPAs

Da Coluna "Informe do Dia"

26/04/2012 | Jornal O Dia



Por Fernando Molica, com Carlos Brito e Thaís Miquelino

Vencedora da licitação para cuidar do Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, a Biotech foi reprovada pelo governo do Estado e não conseguiu ser qualificada como Organização Social (OS) — isto a impediu de tentar administrar UPAs estaduais. A avaliação foi feita pelas secretarias de Saúde e Planejamento.

A Biotech havia sido reconhecida como OS pela prefeitura em outubro, o que a permitiu ganhar, dois meses depois, a disputa pelo Pedro II. Mas, por problemas na documentação, acabou barrada pelo governo estadual ao tentar as UPAs.

A diferença

Na licitação do hospital, a Biotech apresentou, como prova de qualificação, o currículo de seu responsável técnico. Já a Secretaria Estadual de Saúde exige que a própria OS — ou uma entidade associada — demonstre experiência em administração hospitalar.

Representação

O vereador Paulo Pinheiro (PSOL) decidiu encaminhar representação ao Ministério Público. Quer saber por que a Biotech pode administrar um hospital e não serve para UPAs. Ele havia questionado a vitória da OS no Pedro II.



   
 
 
Câmara Municipal do Rio de Janeiro - Praça Floriano s/n, Gabinete 1002 - Telefones: (21) 3814-2920 / 3814-2463